Diretores da Seapi apoiam pleitos dos fiscais estaduais agropecuários

260

A diretoria da Associação dos Fiscais Agropecuários do RS (Afagro) realizou nesta segunda-feira (5/2) reunião para dar início à negociação dos pleitos da categoria com o governo do Estado. O presidente da Afagro, Paulo Henrique Ferronato, frisou que o momento é adequado pois o Rio Grande do Sul saiu do limite prudencial do Regime de Recuperação Fiscal (RRF). No encontro, a associação recebeu o apoio das direções da área animal e vegetal.

Entre as reivindicações, está o encaminhamento do projeto que aumenta a Gratificação de Estímulo à Defesa e ao Fomento Agropecuário (GDEFA) e do projeto que cria o quadro dos fiscais estaduais agropecuários. “Todos os processos foram muito bem instruídos”, reforça a diretora do Departamento de Vigilância e Defesa Sanitária Animal (DDA), Rosane Collares Moraes.

“Fortalecer a defesa agropecuária é fortalecer a arrecadação do Estado”, destacou o diretor do Departamento de Defesa Vegetal (DDV), Ricardo Augusto Felicetti, ressaltando que o cenário é favorável. “Valorizar a categoria é, também, valorizar a sociedade”, complementa o conselheiro fiscal da Afagro, Felipe Lopes Campos.

Ficou alinhado que o próximo passo será buscar o apoio das entidades do setor produtivo, como Fundesa e Ocergs, por exemplo, e também agendar reunião com o secretário da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), Giovani Feltes. “Temos que aproveitar esta janela que se abriu e focar esforços na GDEFA”, disse Jeferson Barcelos Morais, do conselho fiscal da Afagro, referindo-se à saída do Estado do limite prudencial.

Compartilhe:
Categorias neste artigo
WhatsApp chat