Fiscalização agropecuária e MP apreendem 10,5 ton de alimentos impróprios para o consumo no litoral Norte

363

Em quatro dias consecutivos de trabalho, a fiscalização agropecuária apreendeu esta semana 10,5 toneladas de alimentos, incluindo produtos de origem animal, impróprios para o consumo no Litoral Norte. A ação ocorreu de segunda a quinta-feira (25 a 28/1), juntamente com a operação da Força-Tarefa Segurança Alimentar, do Ministério Público, nos municípios de Tramandaí, Capão da Canoa, Xangrilá e Torres.

Seis fiscais estaduais agropecuários e outros cinco servidores da Secretaria da Agricultura, entre eles técnicos agrícolas e auxiliares administrativos, participaram da atividade. Em parceria com a vigilância sanitária estadual e Polícia Civil, a fiscalização agropecuária inspecionou 19 estabelecimentos, sendo que cinco foram interditados. Nestes locais, havia carne bovina, de frango e de peixe em condições de armazenagem inadequadas.

Na avaliação da vice-presidente da Associação dos Fiscais Agropecuários do RS (Afagro), Beatriz Scalzilli, operações como esta são fundamentais para garantir a segurança dos produtos de origem animal que chegam ao consumidor. “Este tipo de ação mostra a importância do trabalho da fiscalização agropecuária, em conjunto com outros órgãos, para impedir o comércio de alimentos passíveis de danos à saúde da população.”

A operação também contou com o apoio da Patrulha Ambiental (Patram) da Brigada Militar e das vigilâncias sanitárias municipais.

Foto: Divulgação/Afagro

Compartilhe:
Categorias neste artigo
WhatsApp chat