Esclarecimento sobre o regime de trabalho dos servidores da Agricultura

531

A Associação dos Fiscais Agropecuários do Rio Grande do Sul (Afagro) esclarece que, diferentemente do que vêm sendo divulgado pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), os servidores da pasta estão em plena atividade tanto em Porto Alegre quanto no Interior. Por desempenharem um serviço que é considerado essencial, todas as categorias da Agricultura estão trabalhando em horário normal desde o dia 10 de maio, data em que a Seapdr suspendeu o sistema de revezamento nas tarefas presenciais e também a possibilidade de fazer teletrabalho.

Desde então, foi retomado o atendimento em horário integral de trabalho nas inspetorias e na sede, na Capital. Embora o revezamento seja uma demanda dos fiscais estaduais agropecuários no sentido de contribuir para que a pandemia da Covid-19 não se alastre, esta não é uma realidade. Portanto, não procede a informação de que as inspetorias de defesa agropecuária vêm trabalhando com escalonamento de servidores. Atualmente, somente os servidores que são do grupo de risco e que apresentam atestado estão em regime de teletrabalho.

“Em função do grande número de aposentadorias que estão ocorrendo desde março, e também devido ao afastamento de colegas que fazem parte do grupo de risco para a Covid-19, estamos trabalhando muito mais agora do que em períodos normais. Todo o serviço está atuando muito mais”, afirma o presidente da Afagro, Pablo Fagundes Ataide. “A pandemia veio junto com a antecipação da campanha da vacinação contra a febre aftosa e com a retirada da vacina, o que gerou uma demanda maior de trabalho em vigilância ativa nas fronteiras e nas propriedades”, acrescenta o dirigente.

Compartilhe:
Categorias neste artigo
WhatsApp chat